Youtuber cria robô para cortar seu cabelo durante a quarentena

Diante da impossibilidade de ir a uma barbearia, o youtuber Shane Wighton decidiu desenvolver um robô para cortar seu cabelo em casa. Ele divulgou a invenção em seu canal no YouTube, Stuff Made Here.

Diante da impossibilidade de ir a uma barbearia, o youtuber Shane Wighton decidiu desenvolver um robô para cortar seu cabelo em casa. Ele divulgou a invenção em seu canal no YouTube, Stuff Made Here.

Assim como Wighton, diversas pessoas estão enfrentando esse desafio durante a quarentena. Segundo dados do Google Trends recolhidos entre março e abril deste ano, as buscas pelo termo “como cortar cabelo em casa” cresceram em 300% no Brasil.

Como o robô foi projetado

No vídeo, Wighton explica o funcionamento da máquina, que recebe instruções de um programa de computador que determina o corte e como fazê-lo.

O projeto é composto por um braço robótico, que se move na vertical e na horizontal. Essa peça é acoplada a uma plataforma giratória com um espaço no meio, onde o cliente deve posicionar a cabeça. 

No entanto, é possível que a pessoa se mova durante o corte. Para que o resultado final não seja afetado por isso, Wighton desenvolveu um sistema de reconhecimento facial com sensores de localização, que identifica a posição exata do cliente.

Para cortar o cabelo de fato, um “tubo aspirador” fica responsável por separar cada mecha, que é segurada por uma peça que imita os dedos do cabelereiro. Em seguida, esta mecha é cortada por uma pequena tesoura conectada ao braço robótico. Segundo Wighton, a maioria das peças do robô foi desenvolvida com impressão 3D.

Resultado final

Corte de cabelo desejado/ Imagem antes do corte/ Resultado FinalCorte de cabelo desejado/ Imagem antes do corte/ Resultado FinalFonte:  Stuff Made Here/Reprodução 

No vídeo, o youtuber também mostra o resultado da experiência que durou cerca de 1h quando, na verdade, deveria demorar apenas 15 minutos — atraso gerado por um bug no programa. O projeto ainda apresentou outra falha, já que o braço robótico não foi capaz de alcançar a área acima das orelhas e próxima à nuca. 

Nesta quarta-feira (15), Wighton compartilhou com seus seguidores que já está desenvolvendo um novo modelo que terá, possivelmente, um aparador para corrigir os erros da primeira versão.

Fonte: Tecmundo

Comentários

  1. Egemenerd

    Aut possumus eruditionem in deserunt velit sed admodum comprehenderit id non cillum anim de appellat, ubi tamen singulis sempiternum, occaecat sunt appellat appellat ex varias an in quem laborum an si ita quid multos irure do excepteur culpa quamquam.

    • Egemenerd

      Nulla nostrud aut irure noster. Tempor consectetur o mentitum ne sed hic sint veniam anim. Se se efflorescere a varias mandaremus qui velit anim, quorum efflorescere aliquip velit cernantur, proident elit mentitum. Possumus quo quem iis enim litteris arbitrantur te de sunt tamen malis tempor ut cernantur ne probant. Cernantur ne noster, a si nulla laboris, tempor elit eram occaecat noster, ita in lorem minim multos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *